ENTENDA QUAIS AS CLASSIFICAÇÕES DA CELULITE E COMO TRATAR CADA UMA DELAS

17/07/2018

O período de férias deveria ser prazeroso, mas pode ser aterrorizante para algumas mulheres. Lidar com a experiência deixar expostas as temidas celulites pode ser inibidor, especialmente quando temos a impressão de que somos as únicas portadoras dessas marcas no recinto.

Se você já experimentou essa sensação, saiba que não está só. A celulite atinge aproximadamente 90% das mulheres e não está restrita a um biotipo específico, sendo observada até nas mais magrinhas.

A boa notícia é que você pode sim se ver livre dessas marquinhas e, ao mesmo tempo, da sua timidez de vestir aquela roupa que hoje não parece lhe cair bem.

Entenda quais as classificações da celulite e como tratar cada uma delas.

Ficou animada? Então continue lendo este artigo e prepare-se para voltar a ter a pele lisinha que você tanto sonha.

Quais as classificações da celulite?

A celulite é uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, fazendo com que essas células fiquem cheias e endurecidas, deixando o local com desníveis (ondulações e retrações) e nódulos, que se manifesta externamente através dos furinhos indesejados na e/ou em “casca de laranja”.

A lipodistrofia ginóide ou celulite é causada pela pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células e está relacionada a fatores genéticos e ambientais, como a alimentação, a prática de atividades físicas e hábitos como o consumo de álcool e cigarro.

Essa condição apresenta quatro classificações:

  • Classificação 1: quando o corpo está ereto e rígido a pele permanece lisa, mas quando é flexionado se percebe alguns relevos. Não há alteração circulatória, nem dos tecidos de sustentação;
  • Classificação 2: aumenta o “inchaço” das células adiposas. Na pele já é possível observar irregularidades à palpação, mas ainda não há dor;
  • Classificação 3: a aparência de ondulação é visível, independentemente de a mulher estar ereta ou não. Pode haver alguma alteração de cor na região;
  • Classificação 4: o inchaço desordenado das células adiposas é acentuado, o tecido de sustentação torna-se mais endurecido e a circulação local de retorno venoso é muito comprometida. Provoca dor e aumenta a fadiga.

Quais as classificações da celulite possuem tratamento?

Para escolher um agente apropriado a todos os graus de celulite, é essencial realizar uma anamnese e um exame físico detalhados, de modo a identificar as principais causas do problema. Os tratamentos mais recomendados são a  radiofrequência, a drenagem linfática e massagem modeladora.

Agora, se você quer saber o que vem causando furor nas famosas que estão se vendo livres da celulite, prepare-se para se apaixonar.

Rumo ao corpo que você sempre quis

Nada de Photoshop: o queridinho das famosas é conhecido como Venus Legacy e tem tudo para fazer a cabeça das mulheres que querem se ver livre das ondulações na pele.

Combinando a radiofrequência multipolar, pulsos eletromagnéticos e a tecnologia VariPulse, o Legacy penetra profundamente na derme, provocando a contração das fibras de colágeno existentes, reduzindo o acúmulo de gordura e estimulando a produção de novas fibras de colágeno. Além disso, melhora a circulação e a nutrição dos tecidos, resultando em uma pele mais firme e com o aspecto liso.

Um procedimento seguro, não invasivo e muito eficaz.

Aí você chega até aqui encantada, mas com a pulga atrás da orelha: se famosas optam por esse procedimento, provavelmente se trata de algo inalcançável financeiramente, certo?

Errado.

Aqui na MyBeleza você encontra o mesmo tratamento com valores e condições de pagamento que cabem no seu bolso. Entre em contato conosco agora e se surpreenda.

Contato

Agende uma avaliação gratuita em uma das nossas 7 clínicas.

Selecione o tratamento que está buscando*

Selecione uma unidade*

Como conheceu a My Beleza*

* Campos obrigatórios!