Cirúrgia Plástica

A My beleza constantemente busca novas soluções para auxiliar os seus pacientes que estão em busca de bem-estar e qualidade de vida. Por isso, estamos investindo em um novo serviço: a cirurgia plástica. Mas, o que é uma cirurgia plástica? Esse é um tipo de especialidade médica que é reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina e pela Associação Médica Brasileira, com respaldo da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica). Ela pode ser utilizada para diversos propósitos, como restaurar deformidades funcionais (Ex.: traumas, doenças congênitas, câncer, queimaduras graves, etc.) ou mesmo melhorar aspectos estéticos que a pessoa possa ter no rosto ou em qualquer área do corpo.

As cirurgias plásticas são bastante populares por aqui: de acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), são feitos cerca de 1,5 milhão de procedimentos todos os anos, só no Brasil.

Confira a seguir algumas das principais cirurgias atribuídas à cirurgia plástica:

Mamoplastia

A mamoplastia é uma cirurgia plástica realizada nas mamas, transformando e modificando seu formato e tamanho. Existem alguns tipos desse procedimento, como a de aumento, a redutora, a reconstrutora e a cirurgia de elevação de mamas (mastopexia). Este último procedimento é indicado para mulheres que tenham mamas caídas, podendo ou não necessitar de prótese. No caso das mamoplastias reconstrutoras, elas são feitas quando a paciente teve remoção da mama por conta de algum câncer.

Seja qual for o procedimento estético, é importante que a paciente já tenha o completo desenvolvimento das glândulas mamárias, algo que acontece quatro anos após o primeiro dia da menstruação.

Abdominoplastia

É um tipo de cirurgia plástica utilizada para retirar o excesso tecido (pele e gordura) em região abdominal. Muitas vezes, esse procedimento acompanha o tratamento dos músculos (reto abdominais e/ou oblíquos) e correção de hérnias (mais comum, a hérnia umbilical). Ela é considerada um tratamento para obesidade, já que o perímetro abdominal muito grande também é considerado um fator de risco para doenças cardiovasculares.

Esse procedimento é muito requisitado por mulheres que já tiveram gestações, mas pode ser realizado por pessoas com predisposição genética ao aparecimento de gordura ou com uma perda muito grande de peso, ou até mesmo após cirurgia bariátrica.

É importante saber que existe mais de um tipo de abdominoplastia. A miniabdominoplastia, por exemplo, tem uma cicatriz menor, geralmente poucos centímetros maior que a cicatriz de uma cesariana. Ela atua eliminando apenas da região inferior do abdome, e usualmente é acompanhada de uma lipoaspiração que acentua o contorno da cintura.

Lipoaspiração

É um procedimento cirúrgico que remove gordura de diferentes partes do corpo. Existem vários métodos para sua remoção: mecânico (cânulas e vibracional) e térmico (laser e radiofrequência). Muitas pessoas confundem lipoaspiração com lipoescultura. O primeiro remove a gordura; o segundo remove, decanta, purifica, filtra e devolve essa gordura tratada ao corpo, modelando áreas com depressão ou atrofia (glúteos, face, etc.).

Muito frequentemente essa gordura extraída também pode fornecer células-tronco (ou células mesenquimais) capazes de regenerar tecidos ou rejuvenescer a pele em um procedimento chamado “Nano Fat Grafting”, também realizado apenas em bloco cirúrgico estéril.

A lipoaspiração sozinha não consegue deixar um corpo saudável e bonito. Realizar um acompanhamento especializado em dieta e exercícios físicos continua necessário. Os diversos tratamentos complementares, drenagem linfática e os tratamentos corporais da My Beleza são coadjuvantes importantes para se alcançar o resultado satisfatório final.

Rinoplastia

É a cirurgia feita na região nasal para melhorar a respiração (deformidades funcionais) e/ou corrigir alterações estéticas (desproporção nariz-face, ponta bulbosa, narina alargada, dorso saliente, etc.). A primeira rinoplastia foi descrita 2.500 A.C. De lá para cá, esse procedimento se desenvolveu muito, principalmente nos últimos anos. Hoje, a rinoplastia obedece a um conceito de preservação, ou seja, abordagens conservadoras e tratamentos minimamente invasivos.

Frequentemente está associada a Septoplastia, correção do desvio de septo. Esse procedimento pode ser feito a partir dos 17 anos de idade, já que o desenvolvimento facial encontra-se completo.

De acordo com a abordagem e o tipo de cicatriz, a rinoplastia pode ser aberta ou a fechada. No modo aberto, é feita uma pequena incisão na base do nariz, entre as narinas e na parte interna. No modo interno, apenas o interior do nariz sofre as incisões.

A cirurgia de rinoplastia demora mais de um ano pra mostrar seu resultado final, e sofre várias modificações ao longo dos anos.

Ninfoplastia (ou Labioplastia)

É a cirurgia que consiste na remoção da pele dos pequenos lábios vaginais quando estes crescem de maneira anormal. A queixa pode ser estética ou funcional, muitas vezes, gerando o sintoma de dor durante a relação. Fatores como idade, múltiplas gestações, desequilíbrios hormonais ou mesmo alterações congênitas são as causas mais comuns.

O pós-operatório desse procedimento costuma ser bem tranquilo e sem dor, aparecendo apenas um inchaço durante um período. A ninfoplastia geralmente está associada a outros tratamentos como o laser de clareamento vulvar, laser ou radiofrequência vaginal (aumento do tônus e melhora da sensação do alargamento vaginal). Esse tratamento, oferece vários benefícios para as pacientes, como aumento da autoestima, melhora da aparência da vulva e da vagina, eliminação da dor na prática sexual, dentre outras vantagens.

Otoplastia

Procedimento realizado para modificar as orelhas do paciente, sendo utilizado tanto para fins de estética, tanto para fins reparadores. Essa cirurgia é indicada para minimizar deformidades, corrigir assimetrias ou buscar a harmonia de forma, volume e posição das orelhas. A idade mínima para a realização da otoplastia é de sete anos de idade. Nesse período, já se atingiu 90% do crescimento das orelhas. Após a cirurgia, é necessário um período de uso de faixas para esconder e sustentar os curativos.

Quando recorrer à cirurgia plástica? Muitas pessoas se perguntam quando é o momento certo para se fazer uma cirurgia plástica. A verdade é que não existe um período ideal, mas sim a vontade do paciente e do aparecimento doas aspectos que causam o seu desconforto com o seu corpo. Além disso, o procedimento deve ser feito de maneira personalizada, respeito as caraterísticas que já estão presentes no corpo da paciente, e não a transformando em outra pessoa. Isso é importante, já que garante a satisfação baseada em aspectos realistas. Agende uma consulta com um dos nossos profissionais.

 

* Cada resultado é individual e varia de pessoa para pessoa.

Contato

​Fale com nossa equipe de atendimento, estamos de prontidão para te atender.

    Selecione o tratamento que está buscando*

    Selecione uma unidade*

    Como conheceu a My Beleza*

    * Campos obrigatórios!